segunda-feira, 15 de abril de 2013

Faz uó


Tenho andado desleixado com o blog, eu sei. Um leitor me reclamou que a qualidade caiu tanto nos posts daqui quanto nas crônicas do SouG. A verdade é que minha vida pessoal tem andado boa, profissional idem e sempre achei mais fácil escrever quanto estava cagado-jogado-na-valeta. Porém, tentando vencer essa preguiça de postar feat falta do que falar, estou aqui! 

Esse final de semana o namorado estava viajando a trabalho e eu, aproveitando o momento, fui num show da Banda Uó com uns amigos. Acabei-me no technobrega (sendo apedrejado nos comentários em 3, 2, 1...) e fiquei surpreso com a energia do 'Trio diversidade' no palco. 

Pra quem anda em Nárnia e não conhece a banda, ela é composta por dois boys (um loiro magya muito meu número, o outro 'ok') e uma transexual: a linda da Candy Mel. Arrisco dizer que eles são a mistura de toda a cafonice e bagaceira desse brasilzão, mas que eu AMO! É roupa brega, com batidas de periferia, letras que tiram sarro de tudo e uma energia gostosa ao vivo que não tem explicação.  

Eles surgiram na internet com um video para divulgar uma festa no estado deles e acabaram estourando com versões de grandes sucessos pop. Cresceram tanto que estão trabalhando seu primeiro cd, chamado MOTEL. A turnê, que carrega o título do cd, tem os seguinte lema: 'feita pra te dar prazer' e eles super cumprem isso!  

Resumo da noite: segurei vela pro casal de amigos que foi comigo, me arrebentei de tanto dançar, enchi o tanque de vodka cranberry e terminei minha noite indo dormir na casa do marido, agarrado ao travesseiro com o cheiro dele na fronha enquanto sentia falta desse infeliz, baixinho e ciumento que faz meus dias melhores.