quarta-feira, 23 de julho de 2014

Por hoje



Eu queria escrever. Eu juro que queria! Eu queria montar um daqueles posts que rendem comentários variados, que os poucos leitores que passam por aqui possam lembrar depois como uma verborragia levemente genial ou que os tocasse da mesma forma que me toca assistir um season finale de Grey's Anatomy ou ouvir Alanis. 
Mas ando com preguiça. Preguiça de escrever, de discutir, de provar pontos de vista, de revirar vísceras de coisas que eu facilmente esqueceria com um dar de ombros. Hoje eu tentei ir na exposição de uma artista japonesa aqui em SP; aquela cheia de bolinhas que todo mundo tem selfie clichê no facebook. Desisti na porta. A fila me cansou antes de pegá-la. 
Toda aquela pose hipster de gente cult e os dedos frenéticos em aparelhos touch screen de última geração me deixaram entediado. Tentei voltar para casa: trânsito. Bateria do celular acabando. Desço do ônibus e resolvo fazer o resto do caminho a pé. Chego em casa suado e mudo. Casa vazia. Acho que vou dormir cedo, só acho... Não, eu não estou triste, só ando cansado, mas aguento por hoje, só por hoje...

4 comentários:

  1. Até porque amanhã é outro dia, nzé??! E meu fio, acredite, essa "preguiça social" não é "privilégio" só teu... hehe! Hgzão, Alanzete!

    ResponderExcluir
  2. Eu também canso as vezes, ando cansado de muita coisa ...
    Mas como vc disse, só por hoje, amanhã pode ser tudo diferente, nem que seja pelo menos, a maneira como olhamos pra coisa toda !

    Abraço !

    ResponderExcluir
  3. Isso é idade, cuidado! rsrs... Brincadeirinha!
    Deve ser fase, daqui a pouco você revigora tudo isso!

    Abraço!

    ResponderExcluir